Academia Americana de Artes e Letras elege Bob Dylan

Bob Dylan foi eleito membro honorário da Academia Americana de Artes e Letras, sendo o primeiro roqueiro a entrar para a organização. Como escreveu Hillel Italie, se Bob fosse britânico, certamente seria Sir Dylan.

Fundada em 1898, a Academia reúne artistas de literatura, música e artes visuais e durante muito tempo nomeava apenas músicos relacionados ao Erudito. Segundo a diretora executiva Virgnia Dajani, “O conselho de diretores considerou a diversidade do trabalho dele e reconheceu seu lugar icônico na cultura norte-americana”. A diretora também comentou a dificuldade em rotular Dylan.

“Bob Dylan é um artista com múltiplos talentos cujo trabalho cruza várias disciplinas e desafia as categorizações”.

O empresário de Dylan, Jeff Rosen, não comentou a decisão de Dylan em aceitar a filiação (ato necessário para dar prosseguimento à sua eleição) e nem falou sobre a possível presença de Bob no jantar da Academia que acontece em maio, em New York. A própria diretora acha pouco provável a ida de Dylan ao evento. Vale lembrar que Bob iniciará uma turnê pelos Estados Unidos em abril.

Entre outros artistas eleitos honorários estão a atriz Meryl Streep e o cineasta Martin Scorcese, que filmou The Last Waltz e dirigiu No Direction Home, além de ter sido homenageado por Dylan no começo do ano passado.

2 thoughts on “Academia Americana de Artes e Letras elege Bob Dylan

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *