Bob Dylan tem soul #2 (ou negritude dylanesca)

Depois de saber que Bob Dylan tem alma, eu descobri um álbum bem interessante: How Many Roads – Black America sings Bob Dylan. Como o próprio nome sugere, é uma compilação de várias canções do Bob na voz de negros americanos.

As interpretações se diferenciam bastante do original. É ótimo para ouvir com uma nova abordagem as canções de Dylan, com aquele toque que só os cantores negros têm. Também acho legal notar a importância na figura de Bob, mesmo que ele recuse, como porta-voz de questões humanitárias.

Apesar de ter sido lançado em 2010, os registros são atemporais. Uma porque perpassam diversas épocas; outra porque são versões que eternizam, a sua maneira, cada canção. É o caso de Nina Simone e sua Just Like a Woman; a Maggie’s Farm de Solomon Burke; o barítono de Brook Benton em Don’t Think Twice, It’s Alright; ou The Man in Me numa bela a cappella, pelo grupo The Persuasions. Citando apenas alguns

Para quem se interessar, sugiro o File Tram ou a Amazon. O disco não foi lançado no Brasil. Abaixo, segue a relação completa de faixas e seus intérpretes.

  1. BLOWING IN THE WIND – O.V. Wright
  2. GIRL FROM THE NORTH COUNTRY – Howard Tate
  3. I PITY THE POOR IMMIGRANT – Marion Williams
  4. MAGGIE’S FARM – Solomon Burke
  5. DON’T THINK TWICE, IT’S ALRIGHT – Brook Benton
  6. FROM A BUICK 6 – Gary US Bonds
  7. THE MAN IN ME – The Persuasions
  8. LIKE A ROLLING STONE – Major Harris
  9. WITH GOD ON OUR SIDE – The Neville Brothers
  10. MR TAMBOURINE MAN – Con Funk Shun
  11. MASTERS OF WAR – The Staple Singers
  12. I’LL BE YOUR BABY TONIGHT – Bill Brandon
  13. MOST LIKELY YOU GO YOUR WAY AND I’LL GO MINE – Patti La Belle
  14. KNOCKIN’ ON HEAVEN’S DOOR – Booker T Jones
  15. ALL ALONG THE WATCHTOWER – Bobby Womack
  16. JUST LIKE A WOMAN – Nina Simone
  17. I SHALL BE RELEASED – Freddie Scott
  18. LAY LADY LAY – The Isley Brothers
  19. TONIGHT I’LL BE STAYING HERE WITH YOU -Esther Phillips
  20. EMOTIONALLY YOURS – The O’Jays

2 thoughts on “Bob Dylan tem soul #2 (ou negritude dylanesca)

    1. A greve dos correios também empacou alguns livros dylanescos q eu comprei…

      Oq eu mais gostei dessas versões são que elas não sucumbem ao Dylan, mas a sua música. É sutil, mas necessário.

      Abração!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *