Inspirados em Bob Geldof e sua Band Aid (que culminaria no Live Aid, além de influenciar a criação do Farm Aid), Lionel Richie e Michael Jackson montaram em 1985 o USA for Africa (United Support Artists for Africa). Reunindo 47 artistas, o supergrupo gravou a canção “We Are the World”, feita para arrecadar fundos contra a fome na África.

A música, composta pelos dois criadores do USA for Africa, recebeu a produção de Quincy Jones e participação de inúmeros artistas importantes, como Ray Charles, Bruce Springsteen, Tina Turner, Stevie Wonder e, inevitável pelo seu papel como “porta-voz da geração”, Bob Dylan.

.

“Please check your egos at the door”

As gravações ocorreram no fim de janeiro de 1985. A partir de uma base feita anteriormente, os músicos gravavam sua parte e repetiam a letra quase que infinitamente.

Enquanto a maioria dos artistas chegavam em suas limousines – exceto Bruce Springsteen, que chegou em um caminhão – fixado na porta do estúdio, um aviso já explicava a tônica no clima da ação beneficente com as celebridades: “Por favor deixe seu ego na porta”.

 .

“That wasn’t any good”

Na sessão de gravação com Bob Dylan, estavam no estúdio o produtor Quincy Jones, o co-autor Lionel Richie e algumas outras pessoas que circulavam (como Diana Ross). Já no início, Dylan pediu a ajuda de Stevie Wonder para o ajudar a decorar a melodia.

Após alguns takes e depois de muitos elogios e aplausos, Dylan resmungou: “isso não foi nada bom”. Parecia que ele tinha levado o recado da porta a sério.

É interessante ver uma fração mínima, mas muito intrigante, do processo de criação de Dylan no estúdio. Cada versão possui uma alteração mínima, comprovando aquilo que todo músico que tocou com Bob diz: ele nunca reproduz identicamente a interpretação.

Veja a gravação de Bob Dylan para “We Are The World”
Imagem de Amostra do You Tube

.

“I don’t think people can save themselves”

Como de costume, Bob Dylan fez questão de dar seu toque opinativo, conflitando a ideologia da ação – e funcionando como um prefácio do que faria durante o Live AId. Em uma entrevista, Dylan declarou:

“Pessoas comprando uma música e o dinheiro indo para pessoas com fome na África… é uma ideia que vale a pena, mas eu não estava convencido a respeito da letra da música. Para falar a verdade, eu não acho que pessoas podem ajudar elas mesmas.”

Ironicamente ou não, Bob recebeu no final do ano passado um tributo de mais de 70 artistas em homenagem aos 50 anos da Anistia Internacional, ONG mundial defensora dos direitos humanos.

Abaixo, o clipe oficial de “We Are The World”:
Imagem de Amostra do You Tube

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Google+

Warning: file_get_contents() [function.file-get-contents]: URL file-access is disabled in the server configuration in /home/storage/d/bd/14/dylanesco/public_html/wp-content/plugins/wp-selected-text-sharer/wp-selected-text-sharer.php on line 116

Warning: file_get_contents(http://api.bit.ly/shorten?version=2.0.1&longUrl=http%3A%2F%2Fdylanesco.com%2Fvideo-dylan-gravando-we-are-the-world%2F&login=o_3plq03sjtd&apiKey=R_6462baec3da1057b30883364f56bded2&format=json) [function.file-get-contents]: failed to open stream: no suitable wrapper could be found in /home/storage/d/bd/14/dylanesco/public_html/wp-content/plugins/wp-selected-text-sharer/wp-selected-text-sharer.php on line 116