Wherever the children go I’ll follow them

Há quem critique o papel de Dylan como amigo (principalmente quando, junto de seu chará Neuwirth, soltava insultos cáusticos em quem estivesse perto). Também não faltam ressalvas em sua função de marido, mas não há qualquer crítica a Bob pelo seu lado paternal e gentil com as crianças.

Quando se exilou em Woodstock, sua maior preocupação era a segurança de sua família. Quem o visitou nesta época, relata que Dylan era muito afetuoso com seus filhos (mesmo com todos eles bagunçando a casa).

Epstein conta em seu livro duas histórias que mostram o espírito acolhedor e amigável de Dylan com as crianças. A primeira foi relatada por David Braun, procurador de Bob: um garoto pediu autógrafo para o cantor, e “ele fez um desenho de si mesmo que dizia ‘Para Herbie. Eu nunca teria conseguido sem você, Bob’.”

O segundo causo ocorreu com o músico Happy Traum, que morava em Woodstock. Seu filho Adam levou um amigo coreano absurdamente tímido para sua casa. Lá, eles ensaiavam no quarto quando Bob Dylan chegou para fazer uma visita aos Traum. “Bob foi até lá, pegou uma guitarra e começou a improvisar com eles. E este garoto… eu acho que ele deve ter pensado que o céu havia acabado de se abrir. Ele ficou sem palavras pelo resto do dia. (…). Foi um gesto doce.”

Bob também se mostrou ser também alguém preocupado com os menores. Ao menos em dois momentos. Em 1998, quando fazia uma turnê com os Rolling Stones pela América do Sul, Bob visitou as crianças do hospital Ricardo Gutierrez, em Buenos Aires.

Já em 2004, na Irlanda do Norte, Bob fez uma visita surpresa no Royal Victoria Hospital. Lá, tocou gaita para as crianças e distribuiu autógrafos. Segundo o noticiário local, as crianças só sabiam que o senhor ali era famoso pela sua vestimenta de cowboy. Os pais, contudo, provavelmente ficaram mais felizes que os internados.

Pelo jeito o modo desdenhoso de Dylan se mostra presente principalmente para aqueles que, no seu olhar, querem tirar algum proveito dele. E, obviamente, as crianças não se encaixam neste perfil.

Fontes: Maggie’s Farm e Sérgio Alves, que deu a dica lá no Grupo do Facebook.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *