Dois melodramas em uma melodia

Elenco da peça Madhouse on Castle Street

Em 1992, a TV britânica BBC convidou Bob Dylan para participar da peça Madhouse on Castle Street, veiculada no programa Sunday Nigh Play do dia 13 de janeiro de 1963. Ao receber o convite, em dezembro do ano anterior, Bob percebeu que seria uma ótima oportunidade de re-encontrar seu “verdadeiro amor”.

Isso porque sua então namorada Suze Rotolo, a garota que está abraçada com Dylan na capa do álbum The Frewheelin’, viajara para a cidade de Perugia, na Itália, com a mãe e o padrasto para passar as férias, em junho de 1962. Eles partiram de navio no dia 9 e chegaram oito dias depois. Segundo Suze, eles trocaram inúmeras cartas durantes essa época e Bob sempre expressava sua saudade. Porém, alguns amigos relataram a Scaduto que Suze, que era artista plástica, se apaixonou pela Itália, principalmente por encontrar cursos de artes no país. Assim, ela decidiu ficar mais tempo que o previsto.

Antes de ir à Inglaterra para gravar sua primeira performance fora dos Estados Unidos, Bob partiu para a Itália com a cantora Odetta para encontrar Suze no início de janeiro. Contudo, ela voltara para New York apenas alguns dias antes. Dylan afirmou ser nessa época em que ele começou a trabalhar na melodia das canções Girl from north country e Boots of spanish leather.

O instrumental das duas músicas é baseado na antiga e tradicional balada britânica Scarborough Fair, que Bob aprendeu através de uma versão de Martin Carthy. A balada é um diálogo entre um homem e uma mulher, cada um fazendo pedidos ao outro, através de um mensageiro, para que prove seu verdadeiro amor.

Apesar das duas serem finalizadas na mesma época, Girl from north country, lançada no The Freewhellin’ (1963), não é sobre Suze Rotolo. Dylan afirma que estava com a música na cabeça durante muito tempo e remetia a uma paixão da época de colegial, quando morava em Hibbing, a loira e charmosa Echo Helstrom.


Uma curiosidade: no dia 2 de agosto de 1969, Bob Dylan participou do encontro da turma de formandos em Hibbing. Echo também estava no evento e ao perceber a presença de Dylan, pensou em apenas chegar até ele e dizer algo como “Você talvez não se lembre de mim, mas eu gostaria de um autógrafo”. Ao se aproximar, Bob a viu e tomou iniciativa: “Ei! Eu falo de você o tempo todo!” e se vira para Sara, sua mulher, e fala: “Essa é a Echo”. No final da conversa, Echo diz a Bob que compôs uma canção, quando ele pergunta qual o título, ela responde: Boy from north country. Bob apenas ri e fica embarassado.

Girl from the north country empresta o estilo de “recados” da antiga balada. Um homem pede para seu interlocutor que fale com sua amada sobre ele, que veja se ela está bem agasalhada contra o vento frio e se ela continua linda como ele relembra. O homem também se pergunta se a mulher lembraria dele.

Boots of spanish leather, lançada no álbum Times ther are a-chagin’ utiliza da estrutura de diálogo para ilustrar os caminhos opostos tomados pelos dois protagonistas da canção. Como uma troca de cartas, a mulher que está na Espanha pergunta insistentemente ao homem se ele quer algo de presente da Europa. Ele apenas responde que quer a volta da sua amada, aguardando apenas seu amor. No final, a mulher diz não saber quando voltará e o homem, entendendo o recado, enfim aceita que ela envie um presente: Botas de couro espanhol.

Ao pegar a mesma adaptação de melodia e transforma-la em duas canções, Bob Dylan compensou essa “repetição” ao utilizar características diferentes da balada em cada música. É interessante notar que apesar do resultado lírico ser duas abordagens distintas, as duas versões são complementares ao absorver a atmosfera da canção que as originou.

2 thoughts on “Dois melodramas em uma melodia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *